Olá, meu nome é Tatiane Alves, sou psicóloga e hoje vamos falar sobre um assunto muito importante.

Recentemente a internet só comentava uma coisa: a morte da blogueira Alline Araújo que após ser deixada antes de seu casamento, se propôs a se casar consigo mesma, num ato de amor próprio. Após esse ato, sofreu duras criticas dos internautas em suas redes sociais, depois a notícia de seu suicídio correu pelos sites de notícias, deixando muitas pessoas chocadas.

Mas o que vamos falar hoje é: as pessoas que querem se matar dão sinais?

Sim, elas dão diversos sinais, em conversa com amigos e familiares. Alguns comportamentos na escola, trabalho ou faculdade, elas sempre deixam subentendido o seu desejo de colocarem um ponto final em suas vidas.

Outro sinal que podemos notar, são seus comportamentos sociais, mudanças repentinas de humor, decisões tomadas sem fundamentos, as vezes até atos inconsequentes, uso excessivo de drogas e bebidas alcoólicas.

Suas redes sociais também precisam ser observadas, frases colocadas em legendas ou postadas, sempre existem sinais.

Outro aspecto que temos que desmistificar é que quem quer cometer suicídio não fica cantando isso aos sete ventos, e na verdade sim, existem pessoas que falam e outras que não manifestam seu desejo de colocar fim a sua dor. Mas se alguém comentar isso, mesmo que seja de brincadeira, fique atento, isso pode ser um pedido de ajuda!

Após identificarmos essas características, precisamos saber como ajudá-las.

 

Um dos momentos mais difíceis na vida de quem sofre com a depressão são os de crise, tristeza profunda, aquela falta de vontade de começar mais um dia, choro incessante e em casos de depressão severa, até tentativas de suicídio.

Mas o que podemos fazer para ajudar pessoas nesse estado emocional e psicológico?

Mesmo não possuindo preparação psicológica todos nós somos capazes de contribuir em momentos de uma crise de depressão.

1- No momento do acolhimento é necessário empatia e paciência, entenda o tempo de quem sofre com isso, mantenha a calma, desespero e falta de paciência não vão ajudar ninguém.

2- Deixe de lado os comentários negativos sobre a atual situação, isso vai desestabiliza-lo ainda mais emocionalmente

3- Não se coloque como referência emocional ou cite momentos de dificuldade em que você encarou sendo forte. Você está acolhendo, e acolher é entender a necessidade emocional e psicológica.

4- Escute mais e fale menos, não seja inconveniente nessa hora, fale só o que é pertinente ao momento.

5- Demostre vontade de ajudar, seja paciente. Pessoas e situação de crise sempre acham que são um fardo, que estão atrapalhando, não o deixe se sentir assim.

6- Não espere que a pessoa procure ajuda por si só, leve a ajuda até ele. É injusto com quem passa por isso o peso e a responsabilidade de procurar alguma forma de sair da depressão.

Pessoas em situação de depressão precisam de ajuda médica e psicológica. Ajude quem precisa!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *